Contos

Amor Fora Da Lei – Capítulo 6

Derepente a chuva começou a cair do lado de fora e os meus olhos azuis se encontraram com os olhos negros dele,então ele acariciou o meu rosto com a sua mão e derepente ele me beijou.

O beijo dele era um beijo forte e selvagem e eu não pude fazer nada a não ser me entregar.

O nosso beijo ficava cada vez mais urgente,ele segurava firme na minha nuca,impedindo que eu escapasse,enquanto a sua língua explorava a minha boca.

Eu já estava totalmente entregue e ele me puxou pra mais perto dele e eu pude sentir o calor do seu corpo.Eu me sentia totalmente vulnerável nos braços dele,era a primeira vez que eu me sentia assim com alguém.

O calor havia tomado conta do meu corpo e eu tirei a minha camisa e a minha pele podia sentir a pele dele,ele parou de beijar a minha boca e os seus lábios grossos foram em direção ao meu pescoço e começou a me dar chupões que provavelmente deixariam marcas na minha pele depois.

Eu já estava super exitado e ele também,depois de ter dado vários chupões no meu pescoço ele voltou a beijar a minha boca.O beijo dele me deixava completamente sem ar e entregue aos toques dele e o meu cuzinho já piscava,provavelmente esperando pelo ato final de tudo aquilo.

Depois de ter beijado a minha boca ele começou a chupar os meus mamilos,o que me deixou mais louco ainda de tesão e foi impossível conter os gemidos.

Eu – Ahhh isso vai.

Eu já estava louco de tesão,então eu sai dos braços dele e sentei em cima do colo dele no sofá e comecei a beija-lo.Enquanto eu beijava eu rebolava no colo dele e sentia o pau duro dele por baixo do short,enquanto ele apertava a minha bunda.

Eu sai de cima do colo dele e ele pareceu ler os meus pensamentos e abaixou o short,ficando apenas de cueca na minha frente.Eu me ajoelhei diante dele e tirei a sua cueca lentamente.

Eu dei de cara com o pau dele que estava totalmente ereto,era um pau enorme com 24cm era bem grosso e com algumas veias a mostra,fora a cabeça que era bem grande e estava bastante molhada de líquido pré-gozo,fora as bolas dele que eram bem grandes.

Eu nunca tinha visto um pau tão lindo e tão grande na minha vida,nem fazia ideia de como eu conseguiria conportar aquilo tudo dentro de mim.Primeiro eu lambi a glande dele e em seguida comecei a chupar o pau dele.

Ticão – Ahh caralho..isso vai.

Eu estava tão tomado pelo tesão que derepente eu comecei a fazer uma coisa que eu nunca tinha feito em homem nenhum,eu comecei a chupar as bolas do Ticão e ele pareceu ficar surpreso e feliz com aquilo.

Eu estava viciado em chupar aquelas bolas e só parei quando o Ticão disse.

Ticão – Volta a chupar o meu pau vai.

Então eu voltei a chupar o pau dele e ele agarrou nos meus cabelos e começou a fuder a minha boca.

O meu maxilar já estava doendo de tanto chupar o pau dele e eu parei um pouco pra respirar e o Ticão voltou a beijar a minha boca e derepente ele me pegou no colo como se os meus 85kg de músculos trabalhados na academia não pesassem nada e começou a me carregar em direção ao meu quarto.

Ao chegarmos no meu quarto ele me jogou em cima da cama e foi ai que eu reparei que eu ainda estava de short,então tratei logo de me livrar dele,ficando apenas de cueca na frente do Ticão.

Ticão – Fica de quatro vai.

Eu rapidamente obedeci e fiquei de quatro na cama empinando a minha bunda na direção dele.Então ele tirou a minha cueca e disse.

Ticão – Caralho que rabão bonito.

Ele abriu bem a minha bunda com as duas mãos e deu uma cuspida no meu cu e começou a chupar o meu cuzinho,me levando a loucura.

Eu – Ahhh.

Eu empurava a minha bunda pra trás na cara dele para a língua dele ir mais fundo dentro de mim e chegava a torcer os dedos dos pés de tanto tesão e me segurava firme nos lençóis,pois a minha perna já estava ficando bamba.

Ele beijava o meu cu e enfiava a língua lá no fundo,eu nunca tinha recebido um beijo grego tão bom na minha vida,o meu pau já estava duro igual rocha e o meu cuzinho não parava de piscar feito doido.

Derepente ele parou de fazer o cunete em mim e eu senti a cabeçona úmida do pau dele,encostando na minha entrada e em seguida ele começou a me penetrar.

Eu estava tão tomado pelo tesão que nem lembrei da camisinha( não repitam isso em casa rsrs)

Eu nunca tinha sido penetrado por um pau tão grande e grosso e somado ao tempo que eu estava sem sexo parecia que eu estava perdendo a virgindade de novo.

Depois que a cabeça do pau dele já tinha entrado em mim eu já estava morrendo de dor.

Eu – Ai para um pouco.

Para a minha surpresa ele foi bem paciente e ficou parado dentro de mim até eu começar a me sentir mais avontade e ele voltou a me penetrar e quando eu vi metade do pau dele já estava dentro de mim.

Ticão – Eu nem acredito que eu tô fazendo isso…

Ele voltou a me penetrar e eu me surpreendi ao sentir as bolas dele,encostando na minha bunda,eu nem conseguia acreditar que os 24cm dele estavam todo dentro de mim.

Ele ficou um tempinho parado até eu me acostumar e depois que eu comecei a rebolar no pau dele,ele entendeu aquilo como um sinal verde e começou a bombar primeiro devagar e depois foi acelerando.

Quando eu dei por mim,eu estava rebolando no pau dele,enquanto ele bombava com força o meu cu e dava vários tapas na minha bunda.

Eu – Ahhh…isso…mete com força vai…

Ticão – Você quer com força é! Disse ele bombamdo forte dentro de mim.

Aquele estava sendo o melhor sexo da minha vida,eu estava totalmente entregue a luxúria daquele homem negro e imenso que me penetrava como se aquela fosse a última foda da vida dele.

Derepente o Ticão saiu de dentro de mim e só ai eu pude sentir o vazio que ele tinha deixado e o meu cu começou a piscar,chamando o dono dele de volta.

Ele sentou em cima da minha cama e disse.

Ticão – Cavalga em im vai.

Eu imediatamente montei em cima dele e fui sentando no pau dele aos poucos.

Ticão – Caralho que cuzinho apertado.

Eu sentei até sentir as bolas dele encostando na minha bunda e eu comecei a rebolar no pau dele e em seguida comecei a quicar no pau dele,primeiro devagar e depois fui acelerando.

Ticão – Isso…quica no pau do seu macho vai.

Eu – E desde quando você é meu macho?

Ticão – A partir de agora eu sou. Disse ele me beijando.

Nós trocamos de posição e ele começou a me comer na posição frango assado e enquanto ele metia nós nos beijavamos e sem perceber eu acabei gozando sem nem ter me tocado,era a primeira vez que isso acontecia comigo.

Ticão – Ahhh eu vou gozar.

Então ele deu uma estocada profunda dentro de mim e gozou 5 fartos jatos de porra,deixando me completamente preenchido com o líquido dele.

Nós nos beijamos um pouco,mas estavamos tão cansados que dormimos os dois ali de conchinha.

Ticão Narrando

Eu sempre gostei de mulher,mas desde que eu vi aquele ruivo dos olhos azuis alguma coisa dentro de mim.Logo no primeiro dia nós ficamos bastante amigos ele é um cara bem bonito ruivo do cabelo lisinho e arrumado,olhos azuis e uma bunda grande que sempre me deixava de pau duro.

Depois de um tempo que eu passei a perceber que não era apenas eu que reparava no corpo do ruivinho,mas ele também reparava no meu,inclusive eu já cheguei a transar com algumas garotas pra ver se eu esqueço ele,mas nada mudava,ele vivia nos meus pensamentos.

Naquele dia do tiroteio na favela,quando eu vi que aquele cara iria matar ele eu senti um ódio gigantesco,foi o mesmo ódio que eu senti ao ver a minha mãe ser assassinada,então eu matei o filho da puta antes que ele pudesse fazer qualquer coisa.

Eu estava tão preocupado em saber se o Bruno estava bem que eu nem reparei no tiro de raspão que eu havia tomado.

Ele me levou até a casa dele e eu me sentei no sofá,enquanto ele ia pegar o tal kit de primeiros socorros e enquanto ele caminhava em direção a cozinha foi impossível não reparar na bunda dele balançando no seu short e eu me controlei para não ficar de pau duro.

Enquanto ele fazia os curativos em mim eu percebia ele reparando o meu corpo com um olhar de desejo,o mesmo olhar com o qual eu olhava pra ele,então em uma atitude impulsiva eu beijei ele.

Aquele era o melhor beijo da minha vida e a noite que nós tivemos juntos foi incrível.

No dia seguinte eu acordei por volta das 10 da manhã,mas ele não estava no quarto.

Eu – Bruno?

Eu me vesti e fui procurar ele pela casa,mas não o vi em lugar nenhum.

Eu me perguntava o porque ele foi embora depois de uma noite incrível dessas,é óbvio que ele devia estar tão confuso quanto eu,mas eu não tinha entendido aquela atitude.

Eu tomei um banho no banheiro dele e fui pra minha casa.

Otávio Narrando

Depois daquela noite maravilhosa que eu tive com o Ticão eu acordei por volta das 9 da manhã com uma dor imensa nas minhas entranhas,eu só lembro de sentir essa dor,quando eu perdi a minha virgindade a 11 anos atrás.Eu ainda sentia o esperma dele escorrendo de dentro de mim e ao colocar a mão no meu ânus eu percebi que ele tinha me arrombado,eu sentei na cama com um pouco de dificuldade e ao olhar para o Ticão dormindo na minha cama totalmente nú,tudo veio na minha mente e eu comecei a pensar.

Eu – “ Caralho Otávio,esse cara é um traficante,um assassino,ele é o tipo de pessoa que você sempre odiou e agora você transa com um cara desses…eu tenho que continuar a investigação,eu tenho que manter o foco.“ Disse em pensamento

Eu caminhei com uma certa dificuldade até o banheiro e depois de tomar um banho eu vesti a primeira roupa que eu vi pela frente e comecei a descer o morro sem rumo.

Ao descer o Morro Da Rosa Branca eu cheguei até a Zona Sul da cidade onde haviam vários prédios luxuosos,era incrível o contraste da pobreza da favela com o luxo da Zona Sul logo abaixo.

Eu continuei caminhando até chegar na praia e eu sentei na areia e fiquei olhando o mar e refletindo sobre tudo o que tinha acontecido,enquanto o vento batia no meu rosto.

Jean Narrando

Durante esses dias Diogo e eu estamos nos conhecendo melhor,nada sério,mas de vez em quando rolam uns beijinhos e eu estava até fazendo academia junto com ele,por enquanto nós decidimos não contar nada para o pai dele,Marcos.

Alguns Dias Depois

Otávio Narrando

Desde aquela noite que nós passamos juntos que eu não converso com o Ticão,eu sinto que ele tenta se aproximar de mim,mas eu evito ele ao máximo,inclusive eu cheguei até a faltar o meu “trabalho“ algumas vezes.

Eu não posso dizer que eu estou arrependido de ter transado com o Ticão,pois eu não estou,mas agora eu me sentia estranho,se antes eu já não parava de pensar nele agora ele não sai mais da minha cabeça.Toda hora eu me pego pensando no beijo e nos toques dele.

Jean Narrando

Naquela noite de domingo o Marcos tinha saído para tomar um chop com os amigos policiais dele e Digo e eu ficamos com o apartamento só pra gente.

Nós estavamos aos beijos no quarto dele,quando o clima começou a esquentar.

Diogo – Que boquinha gostosa que você tem.

Nós já estavamos deitados na cama nos beijando e ele deitou por cima de mim e tirou a camisa dele,dava pra perceber que ele estava muito exitado e eu também,mas quando ele foi tirar a minha camisa eu interompi ele.

Eu – É melhor pararmos. Disse me levantando.

Diogo – Porque? Tava tão bom.

Eu – Tava mesmo,mas eu não estou pronto pra transar com outro homem ainda.Você entende né?

Diogo – Entendo sim. Ele disse isso,mas no fundo eu sentia que ele estava chateado.

Otávio Narrando

Eu estava quieto em casa naquela noite de domingo,quando eu ouço batidas na minha porta.

Ao abrir eu dei de cara com dois capangas do Ticão armados com fuzís e um deles disse.

Ele – O Ticão mandou a gente levar você pra casa dele agora.

Eu não tive outra escolha a não ser acatar aquilo e fui até a casa do Ticão com os dois me escoltando.

Nós entramos na sala dele e lá estava o Ticão com uma cara nada boa.

Ticão – Podem ir. Disse para os capangas e eles sairam.

Ticão – Pra quê você fugiu de mim esse tempo todo?

Eu – Eu não estava fugindo eu só…

Ticão – Cala a boca! Agora quem fala sou eu.

CONTINUA…

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar